Política

Mabel Canto presta contas do mandato em reunião na Acipg

(Foto: Edson Gil Santos Júnior/ Acipg)

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg) recebeu nesta segunda-feira (12) a deputada estadual ponta-grossense Mabel Canto (PSC), a parlamentar prestou contas dos seus seis primeiros meses de mandato e respondeu questionamentos dos diretores. 
A deputada comentou que protocolou 13 projetos de lei desde o início do mandato. Os temas são variados entre eles o projeto que cria a “Semana da prevenção da automutilação e suicídio” e outro a “Semana Estadual do Poder Legislativo”. “Além destes, protocolei o projeto que possibilita cirurgia reparadora pelo SUS para mulheres vítimas de violência; o que prorroga a Licença Maternidade em caso de nascimento ou adoção de pessoa com deficiência para servidoras do estado; outro que possibilita a mulher escolher qual será o tipo de parto que fará mesmo pelo SUS e o que dispensa de multa fidelidade em serviços de telefonia, internet e TV a cabo quando o motivo for perda do emprego”, contou. 
Mabel disse que já está com um projeto pronto para ser votado e espera que vá à Plenário ainda neste mês. Ela conta que a proposição concede o título de Utilidade Pública para a Organização Não Governamental Doutores Palhaços, que realiza um trabalho de humanização nos hospitais de Ponta Grossa. “Fico muito feliz do meu primeiro projeto aprovado beneficiar uma ONG que todos conhecemos aqui em Ponta Grossa e que faz um trabalho muito bonito e importante. O projeto já recebeu todos os pareceres favoráveis das comissões permanentes pertinentes e aguarda convocação para deliberação em Plenário”, disse. 
A deputada debateu com os diretores ações que ela tomou junto ao governo do estado para reformas em escolas e o fim das salas de aula que ainda são de madeira. Como também que solicitou a continuidade das obras paradas pela Operação Quadro Negro. As atuais condições tanto do Instituto Médico Legal (IML) e Instituto de Criminalística também são bandeiras levantadas pela deputada. 
Convencida por um abaixo-assinado de servidores da Saúde, a deputada se demonstrou contrária à transferência do Estado para o Município do prédio do antigo Hospital Unimed. “Comprei a briga deles pois o Governo do Estado já gastou muito em aluguel na região dos Campos Gerais, por isso entendo que temos que colocar os serviços do estado lá dentro”, explicou Mabel, justificando que o prédio atual da 3ª Regional de Saúde, como do Hemepar de Ponta Grossa estão com sérios problemas estruturais. 
O diretor de Produtos da Acipg, Athos Sá, aproveitou o momento e falou da importância da parlamentar elaborar um projeto de lei que promova o empreendedorismo nos jovens. “O empreendedorismo é a mola propulsora deste país e vários governos ensinaram equivocadamente que o bom é ser empregado e quando se ensina o cidadão montar seu negócio, dá-se possibilidade de ele crescer. Peço que a senhora pense com carinho um projeto que trabalhe uma revolução entre os jovens do Paraná, com startups e outras ferramentas para que os jovens saiam da faculdade com a visão ampliada para o empreendedorismo”, disse Sá. 
O presidente da Acipg, Douglas Taques Fonseca, agradeceu a visita da deputada, elogiou a transparência demonstrada pela parlamentar com os recursos públicos, como os projetos assistenciais que ela se dedica e o trabalho pela valorização da mulher. “A Acipg está de portas abertas para recebe-la para se manifestar, prestar contas e discutir projetos de lei com os representantes dos setores produtivos de Ponta Grossa”, finaliza o presidente.