Política

Recursos devem mudar realidade dos Campos Gerais

Prefeito Moacyr Fadel Junior, de Castro, destaca que R$ 30 milhões serão investidos em pavimentação (Foto: José Aldinan)

Com quase R$ 230 milhões que serão injetados na região via Finisa, objetivo é que os recursos ajudem a mudar a realidade das cidades. Em Tibagi, por exemplo, o projeto de lei foi enviado pelo Executivo recentemente à Câmara e prevê destinação de R$ 7,797 ao município. Os investimentos serão para aquisição de compactador de lixo, retroescavadeira, iluminação pública, construção de ponte, pavimentação asfáltica, drenagem e execução de passeios,  reestruturação do Centro Municipal de Eventos e estruturação de centro esportivo nos Distritos de Caetano Mendes e Alto do Amparo. O financiamento deve ser parcelado em 96 meses, com carência de dois anos para início do pagamento. 
O prefeito Rildo Leonardi (MDB)está aguardando a apreciação do Legislativo, mas está confiante que terá aprovação. "São muitos projetos e que vão atender uma boa parte da população, tanto da sede, quanto do interior. Está previsto pavimentação em vários bairros e localidades do município, iluminação pública, construção de pontes, reforma do Horto, enfim, uma série de investimentos", destaca. 
Em Castro, os recursos totalizam R$ 30 milhões para pavimentação, dos quais R$ 9,2 mi já foram contratados e R$ 20,7 mi estão em trâmite.  “Os recursos do Finisa são importantes para os municípios realizarem obras de infraestrutura e compra de maquinários, possibilitando esses investimentos no curto prazo. Mesmo com a crise pela qual o país atravessa, Castro tem equilibrado as contas e demonstrado capacidade de endividamento, o que torna possível obter recursos como esse”, destaca o prefeito Moacyr Fadel Junior (MDB).